Zumbis e o Big Data

zumbi-big-data-homem-groover

Explicar o nosso trabalho para o mercado ou para algumas pessoas é um pouco complicado as vezes. Não é algo que as pessoas podem tocar e por isso, acredito eu, que torne as coisas dificultosas. A MapR, solução para Big Data desenvolvida por uma empresa no Vale do Silício, também deve ter tido dificuldades em vender os seus serviços encontrou uma ideia legal. Alinhar a cultura zumbi com o trabalho de analise de grande volume de dados.

O slides mostram que o Big Data é uma realidade e está vindo de todos os lados como, por exemplo, mídias sociais e transações com clientes. A falta de analise desses dados tornam eles sem vida como se fossem mortos-vivos e se acumulam de uma maneira tão grande que parecem uma manada de zumbis.

 

 

A empresa explica que embora pareça assustadora a quantidade de informações é possível lutar contra os dados mortos-vivos usando as suas soluções.

Curti a forma como ela contextualiza o universo zumbi dentro do seu trabalho para mostrar de forma simples o que pode oferecer aos seus clientes. Essa estratégia pode ser uma boa saída quando estivermos com dificuldades para ilustrar como o nosso trabalho funciona.

Eu adoraria ver o trabalho de social analyticas sendo mostrado de acordo com o universo de Star Wars, Game of Thrones, Senhor dos Anais e por aí vai.

Confira o slide publicado pela MapR.

 

(Visited 197 times, 1 visits today)

Publicitário, Analista de Monitoramento em Belém, embaixador da @Hootsuite_BR, editor do @camisa_nova e não consegue ficar um dia sem ouvir o som das métricas.

Compartilhe!

Deixe uma resposta